domingo, 2 de setembro de 2007

ANTOLOGIA DA POESIA EXPERIMENTAL PORTUGUESA Anos 60 – Anos 80
Ainda acerca das antologias de Poesia Experimental, vale a pena relembrar aqui o excelente trabalho de Carlos Mendes de Sousa e de Eunice Ribeiro com a organização da “ANTOLOGIA DA POESIA EXPERIMENTAL PORTUGUESA Anos 60 – Anos 80”.
Com um importante texto de introdução que contextualiza o trabalho e os diversos acontecimentos relacionados com a Poesia Experimental dessas décadas, a antologia tem a particularidade de ter sido o primeiro trabalho com estas características realizado por autores fora do movimento experimental, o que permite um outro tipo de leitura do movimento, aliás necessário e salutar.
Organizada por décadas, a antologia aborda o trabalho de 19 poetas, com uma boa recolha de poemas experimentais de cada um: Abílio-José Santos, Alexandre O’Neill, Álvaro Neto, Ana Hatherly, António Aragão, E. M. de Melo e Castro, José-Alberto Marques, Luiza Neto Jorge, Salette Tavares, Silvestre Pestana, António Barros, Fernando Aguiar, Antero de Alda, António Dantas, António Nelos, Armando Macatrão, César Figueiredo, Emerenciano e Gabriel Rui Silva.
A “antologia da Poesia Experimental Portuguesa Anos 60 – Anos 80” foi editada pela Angelus Novus, de Coimbra. geral@angelus-novus.com

1 comentário:

NETMITO disse...

É SEMPRE BOM RECORDAR CERTAS COISAS...

NÃO ILUDO AS PALAVRAS,ELAS É QUE ME ILUDEM EU APENAS LHES ACRESCENTO LETRAS,ELAS ACRECENTAM-ME VIDA...

ABRAÇO.